10 de dez. de 2020

Com aumento da procura pelo transporte alternativo, seguro bicicleta tem crescimento de 162% na pandemia

GIRO ECONÔMICO

Segundo os dados divulgados pela Datafolha, cerca de 38% dos brasileiros que não possuem um veículo próprio, acreditam que a bicicleta é o meio mais seguro para se locomover durante a pandemia do Covid19. Entre janeiro a julho, as vendas de bicicleta saltaram 30,6% no Brasil. Como medida para evitar transportes e ambientes com aglomerações, as pessoas começaram a investir em bicicletas para lazer, exercícios e locomoção. Devido à alta procura por bicicletas, o mercado de seguros nesse segmento teve um crescimento de 162% durante o segundo trimestre do ano.

A corretora de seguros, Seguralta, que está presente no mercado há mais de 50 anos, comenta sobre o crescimento desse segmento. “Normalmente o primeiro trimestre do ano para a indústria de seguros de bicicleta costuma ser aquecido devido às compras de fim de ano, mas a mudança de hábito dos brasileiros fez a procura disparar no segundo trimestre”, comenta o Diretor Comercial da rede, Nilton Dias.

A Seguralta oferece essa modalidade de seguro com coberturas que contemplam roubo, furto, assistência 24horas, quebra de bicicleta, acidente e responsabilidade civil. O seguro cobre todos os modelos de bicicleta, sejam profissionais ou os modelos mais simples. O valor do seguro varia do modelo, do valor, das coberturas e das assistências que o assegurado deseja contratar.

Nenhum comentário: