14 de mar. de 2021

Colunista da revista Época refaz sua informação e diz que a empresária Luiza Trajano não telefonou para Lula

O colunista Guilherme Amado, da revista Época, retificou a informação sobre um telefonema da empresária Luíza Trajano para o ex-presidente Lula para não especular mais sobre sua candidatura a vice. O que ele diz agora:

"Luiza Trajano não telefonou para Lula para pedir que o PT não use seu nome como possível vice em 2022. A coluna havia publicado essa informação que, embora checada, estava errada. Trajano afirmou à coluna neste domingo que não fala com políticos há tempos e está focada na vacina".

Ainda na sua retificação, o colunista diz que "o erro da coluna revela outra coisa: pessoas do entorno de Lula — mais de uma — estão empenhadas em afastar a possibilidade de ela, que já disse não querer ser candidata a presidente, ser citada como possível vice do ex-presidente no ano que vem".


Nenhum comentário: