6 de mar. de 2021

Felipe Mussalém, em entrevista a Maranhão Hoje, fala das atribuições da Agência Municipal de Desenvolvimento

Ex-presidente da Associação Comercial do Maranhão, o empresário Felipe Mussalém se tornou um dos principais nomes para o setor econômico na equipe do prefeito Eduardo Braide, de São Luís. Ele assumiu a presidência da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (Amdes), criada na atual administração. 

Ele diz que qual a importância do órgão e como pretende atuar para deixar sua marca no serviço público.

Como nasceu o projeto da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico Social?
  • Nasceu de uma conversa quando o prefeito ainda era deputado federal e eu presidente da Associação Comercial. Pedi que, se eleito prefeito, Eduardo criasse uma secretaria de Industria e Comercio no município de São Luís, Pois não tínhamos um órgão que fizesse a interlocucao com a classe empresarial, nem tampouco quem pensasse São Luís de maneira estratégia no quesito atração de negócios. Então, o deputado disse que tinha uma ideia melhor, que era a criação da agência.

Que atribuições tem a agência?
  • Nosso trabalho se baseará em 4 pilates: atração de investimentos, parcerias público privadas, fomento ao empreendedorismo e desburocratização do ambiente de negócios. Nosso papel será ser a veia indutora do desenvolvimento de São Luís através das diversas secretarias.
Como o prefeito chegou ao seu nome?
  • Pela minha atuação no movimento associativista empresarial. Quando deputado estadual e federal, nos discutíamos muito bastante com Eduardo sobre negócios, leis e ambiente de negócios. Um outro pronto que foi muito favorável é que eu tive apoio maciço da classe.
O convite o surpreendeu?
  • Sim. Desde sempre eu sabia que a escolha do prefeito seria Tecnica. Contido, fui surpreendido não apenas pelo convite, mas por perceber e constatar a intenção do prefeito em fazer um trabalho sério e com Pessoas técnicas ao seu lado. Ele fez isso com todo o secretariado dele.
http://maranhaohoje.com/revistas/
Para ler a revista, basta clicar aqui
Esta é a sua primeira experiência no serviço público?
  • Sim. Atuo desde os 18 anos como empresário e conheço a esfera pública apenas como coadjuvante, através das entidades de classe que presidi. Agora, espero poder aplicar minha experiência pra conseguir mudar a realidade do serviço público, buscando profissionalização e trabalhando com metas e indicadores claros.
Que marca você pretende deixar?
  • Pretendo deixar um Plano de desenvolvimento econômico pra nossa cidade, capaz de gerar confiança externa para que novas empresas se sintam seguras de vir pra slz, e pretendo também melhorar o ambiente de negócios da cidade, promovendo a desburocratização. Medidas essas que, certamente, vão incrementar nossa economia e gerar mais empregos.

Nenhum comentário: