29 de mar. de 2021

Revista Maranhão Hoje do mês de março destaca reedição das obras literárias do Padre João Mohana

A revista Maranhão Hoje (edição de número 96) tem como principal destaque a volta do médico, psicólogo e sacerdote católico João Mohana às livrarias brasileiras com a reedição de sete de suas obras pela Molokai. São elas:

  • Céu e carne no casamento
  • O Mundo e eu
  • A vida afetiva dos que não se casam
  • Liberte seu filho da insegurança
  • Autoanálise para êxito profissional
  • Ore com os grandes orante
  • Amor e responsabilidade

A iniciativa é do seu sobrinho José Antônio Mohana, que espera pelo relançamento de várias outras. Ao todo, João Mohana publicou 43 obras de religião, psicologia, teatro, sexualidade e romance.

A revista destaca ainda:
  • Roseana Sarney quer ser candidata em 2022, mas aknda não sabe a qual cargo
  • Volta ao ninho – Vice-governador Carlos Brandão reassume o PSDB no Maranhão após quatro anos de afastamento
  • Competência profissional – pesquisadora da Embrapa Guilhermina Cayres recebe premiação do Instituto Multidisciplianar
  • Alcântara precisa se preparar – presidente da Agência Espacial Brasileira, Carlos Moura, fala sobre o Centro Espacial de Alcântara e seu impacto na economia do Maranhão
  • À espera de uma cura – há um ano o Maranhão chora suas vidas perdidas para a covid-19
  • Relação da dengue com covid-19 – pesquisadores da Universidade Ceuma tentam fazer a relação entre mosquito e coronavírus
  • Novo sistema de transporte – Prefeitura de São Luís adota modalidade "Rapidão"
  • Cemitério do Gavião ameaça desalojar defuntos famosos
  • Saída pelo Maranhão – portos maranhenses respondem por 25% da carga transportada pelo modal marítimo
  • Dois aeroportos do Maranhão - Hugo da Cunha Machado, em São Luís, e Renato Cortez Moreira  em Imperatriz - vão a leilão
  • É possível produzir mais- Ambev e Embrapa desenvolvem estudos para melhorar produtividade da mandioca
  • Magníficas do futebol - time fundado em São Luís é patrocinado por cervejaria
  • Ramon retorna ao Sampaio - jogadora de basquete volta ao Maranhão

 Leia a edição online aqui.

 


Um comentário:

Gusmão disse...

Merecida homenagem seres humanos assim jamais podem ser esquecidos além de exemplos de vida!