31 de mai. de 2021

Morte do empresário Zeca Belo, vice-presidente da Fiema, deixa setor produtivo maranhense enlutado

GIRO ECONÔMICO

A morte do empresário José Ribamar Barbosa Belo, o Zeca Belo, que padecia de câncer e foi acometido de infecção pela covid-19, deixou enlutada a classe empresarial maranhense, pelo relevantes serviços que deixou como empreendedor e como dirigente empresarial. Foi presidente da Associação Comercial do Maranhão, do Conselho Deliberativo do Sebrae-MA e do Sindicato da Indústria de Construção Rodoviária (Sindcor). 

Na Federação das Indústrias (Fiema), de onde era vice-presidente, Zeca Belo integrava diversos conselhos temáticos e representava a entidade em muito outros conselhos em que a entidade tinha assento, e assim deixou uma vasta folha de bons serviços prestados ao Maranhão.

Das muitas obras deixada pelo empresário destaque para o Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, que nasceu de uma parceria entre o Governo do Estado e o Sebrae-MA, que ele presidia na época.

Educação I - Em visita ao Sistema Federação do Comércio (Fecomércio), semana passada, o secretário municipal de Educação em São Luís, Marco Moura da Silva, sugeriu uma parceria envolvendo os órgãos vinculados Serviço Social do Comércio (SESC) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) visando a uma série de ações no campo educacional em favor, principalmente, das comunidades mais carentes, levando orientações sobre saúde, na área cultural, hábitos alimentares etc.

Educação II - "Vamos trabalhar na elaboração de um Plano de Trabalho com o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, tendo em vista a realização de ações de fortalecimento da educação, cultura, saúde na escola, lazer, educação profissional, enfim, projetos já desenvolvidos pelas instituições que muito tem a somar com o fortalecimento da Edução Básica da rede municipal de São Luís”, destaca o secretário, que anunciou uma nova reunião “para estabelecer essa parceria o mais breve possível”.

Na visita do secretário de Educação de São Luís, Marco Moura da Silva (segunda à esquerda), à Fecomércio, Max de Medeiros (E), o presidente do Sistema Fecomércio, José Arteiro; o diretor regional do Senac, Ahirton Lopes; e a diretora regional do Sesc, Rutineia Monteiro

 

Oitivas adiadas - A CPI dos Combustíveis suspendeu as oitivas agendadas para esta semana, devido à suspensão das atividades presenciais da Assembleia Legislativa do Maranhão, até 04 de junho a fim de conter a pandemia de covid-19.

Alcântara - No encontro, na Federação das Indústrias (Fiema), com empresários locais para um debate sobre o Centro Espacial de Alcântara (CEA), o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Moura, foi taxativo ao afirmar que “O Espaço Porto de Alcântara só será um sucesso se juntarmos esforços.  É um privilégio para nós contar com a Fiema nesse desenvolvimento. Moura disse que antes só governos tinham interesse nesse tipo de empreendimento, mas hoje as empresas são as mais interessadas.

Iema - Em visita a Alcântara, semana passada, onde entregou novos equipamentos na área de Educação, o vice-governador Carlos Brandão assinou ordem de serviço para construção de uma unidade do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Trata-se de um centro vocacional com estrutura para formações nos níveis técnico e médio; cursos de formação inicial e continuada, além de oficinas, e requalificar trabalhadores locais e pessoas já inseridas na Base Espacial de Alcântara.


Nenhum comentário: